O Redmi Note 7 se destaca pelo custo-benefício. O que fazer para promovê-lo, Xiaomi? A Xiaomi resolveu enviar o smartphone ao espaço para tirar umas fotos do nosso planeta Terra. Ele foi, voltou e continuou funcionando.

O aparelho Redmi Note 7 foi acoplado a um balão e levado ao espaço a uma altitude de mais de 35 km — tecnicamente, a definição de “espaço” mais aceita começa a partir de 80 km de altitude. Nessa região, a temperatura externa chega -58 ºC e a pressão atmosférica ficou em 2 quilopascals (bem menos que os 101 kPa ao nível do mar).

Mesmo após passar por condições extremas de temperatura e pressão, a Xiaomi mostrou que o Redmi Note 7 continuou funcionando. As imagens capturadas com a câmera de 48 megapixels foram publicadas na conta oficial da Xiaomi no Twitter.

Com tela Full HD+ de 6,3 polegadas, processador octa-core Snapdragon 660, até 6 GB de RAM e bateria de 4.000 mAh, o Redmi Note 7 foi lançado em março e ele já passou pela homologação da Anatel.

Xiaomi Redmi Note 7 – ficha técnica:

  • Tela: 6,3 polegadas, Full-HD+ (2340 × 1080), proporção 19,5:9, painel LCD, brilho de até 450 nits, contraste de até 1.500:1, vidro Corning Gorilla Glass 5 2.5D
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 660
  • RAM e armazenamento: 3 GB + 32 GB, 4 GB + 64 GB ou 6 GB + 64 GB, expansível por microSD
  • Câmera traseira dupla: sensor principal de 48 megapixels f/1,8 (SamsungISOCELL GM1 Ultra Clear) + sensor de profundidade de 5 megapixels
  • Câmera frontal: 13 megapixels
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com MIUI 10
  • Bateria: 4.000 mAh com suporte a Quick Charge 4.0
  • Mais: USB Type-C, entrada 3,5 mm para fone de ouvido, leitor de digitais na traseira, blaster infravermelho, resistência a umidade